Twitter ou o real propósito do microblogging

tour_1

Certa vez eu acompanhei um debate interessante entre o Cardoso e um cara que se dizia “Social Media Evangelist”, ou algo parecido, sobre ser relevante no seu próprio twitter. O que particularmente eu acho uma babaquice. Pedir para que seu twitter seja relevante a outras pessoas é non sense porque no twitter você é quem escolhe quais pessoas seguir, de quem quer receber atualizações, informações. Ou seja, a relevância está na contramão: do leitor para seu escritor, ou na língua “twitterística”, do seguidor para seu seguido. (Follower to followed).

Resumidamente, é o leitor quem escolhe o que é relevante ou não ao selecionar quais pessoas a seguir.

Seria como dizer “ei seu facebook tem que ser relevante”. Soa idiota, não? E no meio da discussão saiu uma tag #realpropósitodotwitter onde ambos discutiam pra que servia o twitter.

Antes de mais nada, esse post não é um guia definitivo sobre a utilização do twitter, longe disso. O que eu quero com este post é esclarecer algumas dúvidas que eu tive e fui esclarecendo ao longo do tempo e detalhar ao meu modo, as diversas utilizações do twitter.

1. Abertura de conta / nome de usuário

Parece óbvio mas não é. O nome de usuário que você escolhe será utilizado nas conversações, então tenha bom senso em não escolher algo gigante e nem tão difícil de escrever. Caractere é escasso aqui!

2. O Twit simples e puro.

Você tem 140 caracteres para escrever sobre o que quiser, tal como se estivesse num blog. O Twitter inicialmente foi criado para comunicação entre celulares, por “torpedo” SMS, (por isso 140 caracteres) mas ao longo do tempo a utilização via web começou a crescer e crescer, logo a utilização por torpedos ficou secundária.

Você escreve e quem te segue receberá a sua atualização.

A proposta inicial era: “What are you doing?” – O que você está fazendo?

Mas como o pessoal não é bobo nem nada, começaram a utilizar para conversar como se fosse um instant messenger (alguém disse MSN!?), a divagar sobre ideias, pensamentos, indicar links interessantes que achassem durante a navegação via web. Longe de qualquer especulação sobre qual deles é mais relevante, o importante ressaltar que o que mais interessa é a comunicação. Além de comunicação, eu utilizo o twitter para informação. A velocidade em que é propagada a informação é impressionante. Deixa qualquer mídia existente no chinelo.

Exemplo? Quando o Michael Jackson morreu, não havia ainda qualquer notícia na TV brasileira e o twitter já estava bombando. Vanderlei Luxemburgo anunciou no twitter que fora demitido pela diretoria do Palmeiras. Nos grandes portais da internet, o “delay” foi de uns 15 minutos. O telejornal mais rápido a noticiar o furo foi o Jornal do SBT porque ainda estava ao vivo. Os jornais coitados, só noticiaram um dia depois, já que tinham fechado a edição do dia.

3a. Citações

Aqui é onde o twitter vira um msn “da vida”. Para entender melhor como funciona as citações é só pensar que o twitter foi criado para manter um círculo social. Toda vez que sua mensagem começa com @nomedousuário, o tal usuário vai ler a mensagem. Só ele vai ler? Não! Ele e todos que tem mantém você e ele na lista de seguidos. Faz sentido pensar que se você segue quem te interessa, também interessa o que seus amigos falam entre si.

É aqui que entra uma história engraçada. O Bruno Gagliasso mandou um mensagem pro Tico Santa Cruz assim:

"@Ticostacruz To gravando mas tentando dar um jeito de chegar ai…se puder me ligue 78116011 Sei q em sp e a noite, vou tentar ir na ponte”

O Bruno Gagliasso pensou que mandando @Ticostacruz no início mensagem (vulgo reply) iria só para o Tico, mas não sabia que quem seguia ele (Bruno) e o Tico receberiam a mensagem também. Moral da história: 7811 6011 foi o número de telefone mais digitado e mais zoado no twitter alcançando o trending topics (tópicos mais digitados no momento).

3b. Citações

Quando você não começa a mensagem com @nomedousuário, mas o cita do mesmo jeito, todos que estão te seguindo lerão a mensagem, independente de seguir o tal citado ou não. Bom para tornar a conversa pública. O Cardoso faz muito disso ao brigar com alguém via twitter. É o similar ao aumentar a voz para que os outros escutem na “vida offline”.

4. Direct Messages (Mensagens Diretas)

Era isso que o Bruno Gagliasso deveria ter usado para mandar o telefone dele. No Direct Message (vulgo DM) somente o destinatário receberá a mensagem. Aqui a privacidade funciona.

5. Twittiqueta, se é que existe

Penso que não há necessidade de seguir milhões de pessoas, para que você seja seguido. Ostentar número de followers não significa qualidade e usar scripts para aumentar seguidores significa que você está seriamente com problemas de auto-afirmação. Não compare twitter com o orkut, onde número de amigos significa que você é popular (tenho minhas dúvidas quanto a isso, mas enfim…). Aproveite para usar a instantaneidade do twitter para trocar informações, bater aquele papo de boteco rápido, mostrar algo de interessante para o seu amigo, ou mesmo falar besteira. Relaxe e pense em qualidade antes de quantidade.

140 caracteres são curtos, porém rápidos e aqui que está toda a graça do twitter. Você não perde tempo: lê, responde e interage.

Anúncios

2 Respostas para “Twitter ou o real propósito do microblogging

  1. Que legal este tutorial sobre o Twitter. 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s